Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Joni Brandão triunfa na etapa e Edwin Ávila conquista a geral
Estrada
O português Joni Brandão (Efapel) impôs-se hoje na terceira e última etapa do GP Beiras e Serra da Estrela, uma viagem de 177,4 quilómetros, entre Celorico da Beira e a Covilhã, que permitiu ao colombiano Edwin Ávila (Israel Cycling Academy) conquistar a camisola amarela final.

A passagem pelo alto da Torre selecionou, mas não decidiu. A subida desde Seia ao ponto mais alto de Portugal Continental, atravessando um manto espesso e frio de nevoeiro, com a estrada ladeada por neve, endureceu a corrida e deixou na frente um lote muito restrito de corredores.

A descida para Manteigas e o subsequente terreno plano permitiram algumas recolagens. Primeiro juntaram-se 15 homens na dianteira, dos quais Alexander Vdovin (Lokosphinx), António Carvalho (W52-FC Porto), Awet Andesmekel (Israel Cycling Academy), Nikolay Mihaylov (Efapel) e Josu Zabala (UD Oliveirense-InOutBuild) deram uma sapatada.

O quinteto chegou a ter mais de dois minutos de vantagem, mas a formação de um minipelotão no encalço, devido a mais junções de grupos, ditou o fim da fuga e o adiar de todas as decisões para a subida para a meta, de terceira categoria.

Na escalada final sucederam-se os ataques, mas o mais potente partiu de Joni Brandão, o que lhe permitiu conquistar a primeira vitória do ano, cortando a meta com 4h51m32s. O espanhol Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano) e o colombiano Edwin Ávila ocuparam as posições seguintes, ambos a 2 segundos do vencedor.

Numa corrida que se decidiu nas bonificações, foram curtas as diferenças entre os primeiros. O sprinter Edwin Ávila levou a melhor sobre toda a concorrência, deixando Vicente García e Mateos a 2 segundos e Joni Brandão a 4 segundos.

Henrique Casimiro (Efapel) acabou por ser coroado rei dos trepadores, Vicente García de Mateos foi o primeiro na classificação das metas volantes e o Alex Molenaar (Monkey Town-A Block CT) conquistou a classificação da juventude. Por equipas impôs-se a Israel Cycling Academy.

Classificação Completa: Clique Aqui
2019-04-14 - 16:16:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais