Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Federações de Portugal e de Timor-Leste cooperam
UVP-FPC
Os presidentes da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, e da Federação de Ciclismo de Timor-Leste, Ângelo Henriques, assinaram hoje, no Museu do Desporto, em Lisboa, o protocolo de cooperação entre as duas instituições.

A cerimónia foi apadrinhada pelo secretário de Estado do Desporto e Juventude de Portugal, Emídio Guerreiro, e pelo seu homólogo timorense, Leovigildo da Costa Hornai, perante a presença da embaixadora de Timor-Leste em Portugal, Maria Paixão da Costa.

O protocolo de cooperação entre as duas Federações insere-se no espírito do Acordo Quadro de Cooperação entre a República Portuguesa e a República Democrática de Timor-Leste, que prevê, no artigo 32.º, a cooperação entre os dois Estados na área do Desporto.

A Federação Portuguesa de Ciclismo, a mais antiga federação desportiva portuguesa, com mais de 115 anos de atividade, propõe-se facultar à congénere timorense o seu “saber fazer na elaboração e desenvolvimento dos regulamentos federativos, dando-lhe aconselhamento quanto ao funcionamento da orgânica federativa”.

As duas federações colaborarão, em regime de reciprocidade, no acompanhamento das seleções nacionais do outro país sempre que estas se desloquem ao território da outra nação, no acompanhamento de qualquer membro dos órgãos sociais de cada uma das federações sempre que aquele se desloque ao território da outra federação, na promoção e divulgação de eventos velocipédicos a realizar sob a alçada da outra federação e na organização de acções de formação a ministrar aos vários agentes desportivos nas diversas áreas relacionadas com a modalidade.

“Portugal é um irmão mais velho, é por isso que estamos aqui para pedir ajuda. Este acordo visa o trabalho conjunto para melhorar o ciclismo de Timor-Leste”, afirmou o presidente da federação timorense, Ângelo Henriques. O homólogo luso, Delmino Pereira, mostrou-se disponível para uma cooperação que faça “evoluir os atletas, proporcionando-lhes as melhores condições para o sucesso desportivo”, numa modalidade cada vez mais globalizada, em que há “eventos à escala planetária, como o Tour, onde todos os países querem estar representados”.

O secretário de Estado do Desporto e Juventude de Portugal, Emídio Guerreiro, destacou os ganhos mútuos que o protocolo proporciona. “Temos todos a ganhar com o reforço da aproximação entre os dois países. A Federação de Ciclismo de Timor-Leste tem potencial para ser desenvolvido e o ciclismo português também irá, certamente, aprender com o timorense”, disse Emídio Guerreiro.

“Hoje é um dia histórico para fortificar os laços entre dois países amigos”, salientou o secretário de Estado da Juventude e Desporto de Timor-Leste, Leovogildo da Costa Hornai, frisando que Timor-Leste tem investido na consolidação das federações, nas infraestruturas e na prática generalizada de atividade física, como base do desenvolvimento desportivo que, através das seleções nacionais, irá “contribuir para uma forte identidade nacional”.

2015-07-23 - 16:09:02
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Ciclismo Vai Escola
Assembleia Geral
Documentos Novembro 2018
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais